segunda-feira, 19 de março de 2012

Livre Arbítrio




Acho um absurdo o tal do "livre arbítrio". Isso não existe. Leio por aí e escuto falar nesse papo que a gente é livre para pensar e fazer o que a gente quizer. Tudo mentira! O ser humano é escravo de si mesmo e dos seus pensamentos em primeiro lugar. Explico: Eu não queria ir no último dia de quimioterapia nessa última semana que se passou. Achei que eu merecia esse prêmio por ter me comportado tão bem até aqui.E fui! Porque? Porque meu cérebro começou a cobrar de mim as consequências. E se você não for nesse dia, e justamente esse dia foi o fundamental pra sua cura? E se acontecer algo e seu médico jogar toda a culpa em você, porque não completou seu tratamento do jeito que tinha que ser? E se algo acontece, o que sua mãe vai falar? E seus amigos?

Resultado: Fui porque não queria ter culpa. Alguém me obrigou a ir? Ninguém! Fui porque não queria pagar o alto preço de depois ter que escutar o que não queria ouvir ou correr o risco. Não me arrisquei e não terei que pagar o preço pedido pela minha própria consciência. Gente, tô ficando louco??Acho que estou tendo uma síncope!
Ninguém é escravo de ninguém, a não ser de si mesmo.Depois venho EU falar desse povo que se droga pra sair um pouco da realidade.Ontem conversando com Mouni e Karina, alguém soltou que fulano é fascinado por um "doce". Não que eu não sabia disso. A gente olha pra cara da pessoa e depois de alguns minutos de conversa já sabe quando a pessoa é " normal" ou precisa de alguma coisa para fugir da "normalidade". Bem, não sei o que vocês pensam de normal, mas gente " normal" demais, me cansa muito. Que coisa mais chata!!Não quero fazer apologia a droga nenhuma, quem me conhece sabe que eu odeio drogas e se quizer usar do meu lado, ao menos se afaste uns 300 quarteirões! Não tenho nada a ver com sua vida ruim e me deixe com a minha. Já tenho problemas suficientes e nunca precisei fugir da realidade para enfrentá-los!Mas isso é uma outra história para um outro post...
O fato é que ninguém manda em si mesmo e isso é uma outra" droga"! Fodas, falei!

8 comentários:

  1. Concordo contigo Xico. Livre arbítrio é demagogia de centro espírita rs...nós somos é marionetes bem manipulados isto sim.

    ResponderExcluir
  2. Entenda como queira e denomine à sua vontade então, mas o que li de seu relato nada mais é que o seu livre arbítrio você agiu de acordo única e exclusivamente com sua vontade e ponto. Nada mais a declarar beijos e se cuida é que certas coisas vão muito além de simples discursos e explicações é muito mais fácil não fazer nenhum esforço para compreender certas coisas e simplesmente passar por elas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO! A MINHA VONTADE ERA DE NÃO IR E FUI!! ALGUMA COISA NO MEU TEXTO NÃO ESTÁ CLARO, PODE ME AJUDAR???

      Excluir
  3. Não se rebele amigo.Entendo sua opinião,mas nós temos o livre arbítrio para tomar nossas decisões.O importante é nunca perder a fé.A vida é maravilhosa e todos os dias devemos agradecer por estarmos vivos.Te adoro e conte sempre comigo.beijos
    Cynthia Brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ACHO QUE OU VC NÃO ME ENTENDEU OU MEU TEXTO NÃO ESTÁ CLARO, ENFIM.. OREMOS!!

      Excluir
  4. Ótima reflexão, esse assunto rende tanto que nem ouso comentar alguma coisa nesse momento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OBRIGADO POR ENTENDER... EU TAMBÉM CONCORDO COM VC..

      Excluir
  5. Ora, ora bolotas! O livre arbítrio vai contra nossa vontade também. Ele existe e é fácil de entender o funcionamento dessa meleca. Vejamos seu exemplo: Você tinha duas opções, ir ou não ir, e tinha a liberdade total de escolher entre uma e outra, mas por ser dotado de inteligência, além do livre arbítrio, sopesou os prós e contras de cada opção e escolheu, ao meu ver, a melhor de todas! E foi!
    Não temos liberdade, mas temos livre arbítrio. Ele não existe para fazer a nossa vontade prevalecer, mas para nos obrigar a decidir!

    ResponderExcluir